segunda-feira, abril 20

Cura Interior

Fala-se muita coisa sobre cura interior. Numa rápida pesquisa pela internet é fácil encontrar o tema desenvolvido em sites de Reiki, Cultura Oriental, Espíritas, Católicos, Evangélicos, Psicólogos (Psicanálise e Psicoterapia). Cada seguimento tem sua própria definição sobre a cura interior, mas todos eles possuem certas similaridades, o que deveria nos deixar incomodados e motivados a buscar maior conhecimento sobre o assunto.
A cura interior, dentro do movimento cristão, está alicerçada na necessidade da aplicação do perdão, o que é básico na doutrina cristã. Contudo, isto não torna tal técnica infalível, bíblica ou a verdade última do cristianismo.

Dave Hunt diz que a "cura interior" é uma forma popular de terapia de regressão, introduzida na Igreja pela ocultista Agnes Sanford (veja A Sedução do Cristianismo). Depois de sua morte, [essa terapia] foi levada avante pelos que foram influenciados por ela, tais como os terapeutas leigos Ruth Carter Stapleton (irmã do ex-presidente americano Jimmy Carter – N. R.), Rosalind Rinker, John e Paula Sandford, William Vaswig, Rita Bennett e outros. A cura interior, no início predominante entre igrejas carismáticas e liberais, espalhou-se amplamente nos círculos evangélicos, onde é praticada de forma mais sofisticada por psicólogos como David Seamonds, H. Norman Wright e James G. Friesen, e igualmente por terapeutas leigos como Fred e Florence Littauer. A insistência veemente dos Littauer de que rara é a pessoa "que pode dizer que verdadeiramente teve uma infância feliz", certamente condiciona seus aconselhados a recobrar memórias traumáticas e infelizes.

Pesa ainda contra o movimento de Cura Interior a associação de técnicas humanísticas desenvolvidas por homens réprobos quanto a fé, que ansiavam pela destruição do cristianismo como eles o conheciam.
O movimento procura achar um culpado para o sofrimento humano, muitas das vezes transferindo responsabilidades para segundos e terceiros, chegando ao absurdo de conduzir as pessoas a responsabilizarem Deus pelos revezes da vida, levando seus praticantes a perdoarem Deus, talvez porque creiam que Deus não seja tão infalível assim a ponto de necessitar do nosso perdão ou, ainda, por ele Ser, simplesmente, quem é (um absurdo sem tamanho).
Outra técnica bastante usada é a regressão, que não possui nenhum fundamento cristão, vinda do espiritismo, acolhida pelos psicólogos da corrente do treinamento sensitivo, defendida por muitos porta-vozes da “nova era”. A questão não é mais levar as pessoas a Deus e fazer como a Bíblia ensina: “esquecendo-me das coisas que para trás ficam...”, mas sim, fazer o que as pessoas desejam, justificarem suas ações, nem que para isso, tenham que culpar o próprio nascimento, dizendo que deixar o útero materno consistia num ato traumatizante ao bebê.
Não são poucos os lares nos quais a cura interior associada a regressão tem causado mais mal do que bem, dividindo famílias, por causa da implantação de memórias falsas, sugestionadas ou não, durante o processo de regressão, cujo condutor não tem o controle que julga possuir sobre o “paciente”, fazendo com que uma enorme quantidade de pessoas, na maioria mulheres, se julguem abusadas sexualmente por seus pais, que até o momento perfaziam o exemplo de cidadão respeitável e exemplar diante da sociedade e da Igreja.
A Cura interior é um dos principais movimentos que se infiltraram no cristianismo advogando ênfase na experiência, aplicando por vezes técnicas ocultistas, cujas quais seus praticantes nem imaginam quão contrárias ao cristianismo elas são, tais como: Visualização, Projeção, Regressão, Controle da Mente, Atitude Mental Positiva e, por fim, a psicologia aplicada como ferramenta de auxílio a interpretação divina.
Por fim, somente o fato da inexistência de apoio bíblico deveria ser por si só suficiente para nos distanciar de tais práticas.


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

19 comentários:

Ivo da Silva Bitencourt disse...

A cura interior é a manifestação da realidade espiritual do ser humano, desde que o pensador focalize a sua mente no órgão a ser sanado, criando uma imagem mental de saúde e perfeição. Pois as ondas cerebrais do nossos pensamentos modulam o campo quântico espiritual que recriam a nova realidade de saúde no órgão. Mas isso não tem nada a ver com fé religiosa, isso é um fenômeno quântico que existe desde que o homem desenvolveu a faculdade de pensar. As religiôes só confundiram a mente humana, com deuses mitológicos e dogmas.

O PENSADOR disse...

Ivo,
O grande problema é exatamente este, sob vários pontos de vista!
O primeiro deles, e evidenciado no texto acima,é que cura interior não é um ensino bíblico e portanto não tem respaudo bíblico para ser aplicada como se composse uma das ordenanças divinas para que o homem pudesse viver em harmonia consigo e com o mundo que o cerca;
O segundo motivo, é que tudo que está ligado ao plano espiritual foge do controle do ser humano. E, aliás, o que seria essa realidade espiritual? Capacidade de atuar sobre a realidade alterando-a a bel prazer?
O terceiro problema está relacionado ao nosso entendimento sobre todo o processo de cura interior quer você o considere uma atividade religiosa ou não.
Mas vou permanecer no campo cristão de sua aplicação!
Se formor dividir toda a religiosidade mundial teríamos apenas dois segmentos, o Cristianismo e o Hinduísmo, os demais seguimentos não passam de mesclas entre estes dois sistemas religiosos...
Quanto ao Cristianismo está alicerçado na existência de um únido Deus, sendo a criação incapaz de alterar a realidade com a força do pensamento. O único capaz de alterar tal realidade limita-se ao seu criador, que pode por conveniência fazê-lo por intermédio de terceiros. É claro que não posso esquecer de que seus anjos caídos ou não podem alterá-lo também, com a devida permissão, basta analisar a passagem de Jó por exemplo.
Já no induísmo, tudo se limita a uma força que pode ser usada a nosso bel prazer, para ser mais claro, basta analisarmos as duas trilogias de Guerra nas Estrelas, "A Força e seu lado bom e o seu lado negro". Apropriar-se de uma força e alterar a realidade está ligado a tipo de religiosidade avessa ao cristianismo, pois temos um único Deus criador de todas as coisas que se manifesta em três pessoas, Pai, Filho e Espírito Santo, sendo este último outra pessoa da trindade e não uma mera força que pode ser usada a bel prazer...

O problema para um cristão é maior do que você pode pensar!
Por exemplo, se sou cristão e creio na trindade e em tudo o que a Bíblia afirma, sobre o mundo espiritual. Nele encontramos, Deus, todos os anjos (os bons e os caídos, nominados por demônios).
O Homem desocnhece o campo espiritual, tudo o que ele conhece acerca dele baseia-se na fé. Nossos olhos são incapazes de enxergar o espiritual, pois foram criados para atuar no campo físico. Da mesma forma, todos o nosso ser, se existe algum ser capaz de alterar o campo físico a Bíblia deixa claro. Deus conforme expus acima e passo a ser obrigado a indicar mais dois seres, os quais, podem atuar do campo espiritual com vistas a modificação do plano material, os anjos e demônios, por isso, segundo minha ótica de raciocínio que deve ser pautada por aquilo que creio, no caso, as sagradas escrituras, não me permitem outro tipo de raciocínio. Por isso, o final da minha postagem acaba por citar todos os mecanismos utilizados por aqueles que alegam utilizar a cura interior como umma prática bíblica.
Você acaba por concluir que a cura interior está relacionada com o poder que a própria mente tem de alterar a realidade! Como ter certeza de que esta é a verdade? Segundo a Bíblia não encontro esta resposta! Encontro outra já elucidada acima. Seres os quais negligenciamos e que muitos julgam não existir, capazes de nos ouvir sem que nós tenhamos a mesma capacidade atuam e alteram a realidade nos fazendo crer que temos o controle de todas as coisas, e por fim, somos levados a nos distanciar da verdade, e das questões fundamentais da vida, como por exemplo a existência de um único Deus que morreu por nós para que tenhamos vida.
Crer em Deus em nossos dias está muioto dificil em virtude daqueles que se dizer cristãos estarem agindo de forma duvidosa para com a fé que professam, contudo se você negligenciar esta questão e por se analisar as escrituras e buscar pela verdade, tenho fé que não encontrará outra resposta que não aponte para a existência de um Deus e de um único plano do início ao fim...

Esta resposta tornou-se extensa demais, mas achei interessante expor o porquê do post...

No mais,
Um abraço!
Que Deus o abençoe e lhe guarde...

Anônimo disse...

Eu acredito que evangelho de Cristo pode nos curar,agora,nós temos que entender que precisamos de cura,enxergar aonde está a dor e de onde vem,o Espírito Santo pode nos mostrar aonde precisamos de cura só temos que ter vida de oração e busca diária de Deus.
A paz irmão!!!!

O PENSADOR disse...

Quanto ao que disse nada a acrescer, nada a retirar...

IVO BITENCOURT disse...

Tudo que pedires em oração, crendo recebereis.
Eis os fundamentos da Teologia Quântica, a teologia do terceiro milênio.A ESPIRITUALIDADE PLENA DE LUZ


A espiritualidade é uma manifestação da realidade espiritual do ser humano. A consciência espiritual começou a despertar na mente humana , já no homem de Neandertal, que enterrava seus mortos com reverência e algum ritual, por acreditar na continuação da vida espiritual.
Por paradoxal que pareça, para entendermos a espiritualidade humana é bom seguirmos os passos do progresso da ciência, que reduzindo a matéria nos seus elementos chegou à anti-matéria ou vácuo quântico, substância escura , sem massa que pervade mais de 90% do cosmo observável.É o fundo imóvel de energias em equilíbrio que quando vibra cria matéria e consciência cognitiva, é a causa em potência que se transforma em ato. "Aristóteles".
Todo o universo material, inclusive o homem, provem de um processo organizacional ascendente, da não matéria para partículas, átomos, moléculas, e células neurais.... Portanto podemos identificar essa não matéria como um oceano espiritual no qual estamos submersos e em contato permanente, célula por célula.
Interagimos constantemente com esse "Uno" espiritual através da nossa mente nos seus três níveis de consciência: espiritual, emocional e racional.
O nível racional ou consciente é o mais recente desenvolvimento dos humanos, tem sua estrutura neural no córtex cerebral com conexões em série, o pensamento é processado por ondas cerebrais que são interpretadas pelo nível espiritual.
O nível emocional ou inconsciente, instintivo nos animais, é inerente à vida em todas as suas formas, nos ser humano suas conexões neurais estão por todo o sistema nervoso em redes paralelas, seus registros são processados por ondas cerebrais que também são interpretados pelo nível espiritual.
O nível espiritual ou super-consciente é a essência do programa do ser que precede a existência, no ser humano a consciência espiritual atua na base cerebral com uma onda de 200Hz (descoberta recente) que faz a leitura das ondas do consciente e inconsciente e devolve informação com inteligência, emoção e consciência, portanto a consciência inteligível e emocional é processada no cérebro e interpretada pelo espírito.
Com o entendimento da ciência do ser espiritual, torna-se compreensível o poder da oração e da meditação, pois ambas requerem a focalização do pensamento em algum propósito, e as ondas do pensamento não precisam ganhar as alturas para chegar até Deus, pois o seu espírito está em contato conosco, célula por célula. "Vale lembrar o que foi dito hà dois milênios: "O reino de Deus está dentro de vós" ou "Deus é espírito, e importa que os que o adoram, o adorem em espírito e em verdade" ou " A verdade vos libertará".
Até agora o que foi conseguido em termos de saúde, alegria e paz de espírito por poucos pela fé, poderá ser alcançado por muitos pelo entendimento. Santo Agostinho escreveu: "Compreender para crer, crer para compreender", porque ele acreditava que não só o credo, mas também a razão aproxima o homem de Deus.
E assim a aventura humana vai chegando ao seu topo com mais compreensão e consciência espiritual.
Ivo da Silva Bitencourt 03/120/2008

O PENSADOR disse...

Meus caríssimo e estimado amigo,
Retirando do texto os versículos bíblicos postados, toda a alegação está profundamente enraizada no ponto de vista hinduísta. Conforme já havia explicitado em comentário anterior.
Dessa forma, não posso discordar de seu posicionamento, em virtude da base dele ser diferente da minha. Não temos como ponto de princípio a mesma base e por isso chegamos a conclusões diferentes!
O problema que se a base não for a correta estaremos estabelecendo fundamentos sobre a areia e não sobre a rocha... coisa que só o tempo é capaz de provar!
No entanto, peço que analise seus comentários a luz do cristianismo e dos seus fundamentos! Principalmente, toda a questão envolvendo a teologia do terceiro milênio.
Em paz, Paz!

Ubirajara Crespo disse...

Infelizmente sob o nome de cura interior se escondem práticas ocultistas que devem ser rejeitadas por todos os cristãos.
Esconder é um costume generalizado no meio evangélico. Sob o nome de oferta se esconde o achaque. Sob o o título de sinceridade, escondem-se atitudes agressivas. Sob o título de pastor se escondem lobos. Em nome do zelo pela sã doutrina se escondem a incoerência, a perseguição e a mentira.
Foi assim que a Igreja deixou de ser perseguida e passou a ser perseguidora. O problema, portanto, não está com a prática da cura interior, das ofertas, da sinceridade, do pastor e do zelo, mas com o que se esconde por detrás disto tudo.
Lúcifer se infiltra de forma camuflada e devemos apontar todos os nossos armamentos para ele e não para pessoas, que de forma sincera e bíblica conduzem seu ministério de cura interior.

Ubirajara Crespo

http://sob-nova-direcao.blogspot.com/

O PENSADOR disse...

Só tenho uma coisa a acrescer aos comentários do Ibirajara...

Obrigado pela excelente contribuição! É imprescindível lembrarmos disso...

IVO BITENCOURT disse...

Caros interlocutores, percebi que não vamos nos entender. A minha visão de cura interior é baseada nas ondas serebrais que interagem com o campo quântico espiritual e restabelece a nossa saude física e mental. Esta é a realidade mais antiga que sempre atuou na mente humana, só que não tinhamos consciência disso. Jesus curava pela fé do doente, ele numca disse eu te curei, ele dizia tua fé te curou. Jesus deveria saber que quem tem fé em Deus e pede uma cura, está pensando em saude. Como pensamentos produzem ondas cerebrais, completa-se o fenômeno quântico de saude, ou milagre.
Por isso ele disse: Tudo que pedirdes em oração, crendo recebereis. Veja o verbo crer, crer é pensar que algo é possível, e pensar é interagir com a realidade espiritual cósmica, é comungar com Deus.
A fé esclarecida é um reforço para a própria fé para não duvidarmos. Quando Pedro começou afundar nas aguas, jesus disse, homem de pouca fé, porque duvidastes? Quantas veze afundamos por dia nos nossos projetos, por duvidarmos da nossa capacidade de auto-realizaçao. E assim a humanidade vai chegando ao seu topo com mais entendimento e espiritualidade.

O PENSADOR disse...

Caro Ivo,

Para mim fica dificil aceitar o conceito como o descreve, pois o mesmo mecanismo utilizado para explicar a Fé em Cristo e o modo como uma pessoa é curada através "desta fé" pode ser utilizado para que a pessoa possa ser curada por satanás por exemplo, nesta linha de raciocínio não há nada que impeça que o pensamento seja direcionado a outro ser, criatura, objeto com fins a adquirir a mesma coisa uma vez que tudo está diretamente ligado a nossa própria capacidade de auto-cura.
O problema ainda é maior quando tenciono ler as escrituras e verificar que em Gênesis com a queda do homem nossa situação ficou precária. De lá para cá a história bíblica demonstra uma queda acentuada no padrão de relacionamento do homem com Deus e em grande parte isso se dá pelo entendimento do ser humano com relação a auto-suficiência, "capacidade plena para realizar tudo o que precisar por si mesmo, sem auxílio externo", vindo a concluir o pior estágio degradativo da consciência humana em apocalipse quando o homem é alertado constantemente sobre os desígnios do seu coração vindo a negar a última oportunidade consistente de salvação.
Talvez estejamos discordando em posicionamentos porque estamos interagindo em campos distindos! Estou escrevendo e refletindo sobre o campo espiritual e religioso cristão. No seu caso, parece-me que sua argumentação está mais voltada ao campo das ciências físicas. Talvez seja este o motivo de não estarmos nos entendendo naquilo que argumentamos...

IVO BITENCOURT disse...

Caro Pensador.
As escrituras foram escritas para explicar o mundo numa época que até Aristóteles estava errado.Portanto as escrituras perderam a validade para explicar o mundo atual, só servem para realimentar as religiôes.
A cura interior envolve a mente, que interage com a espiritualidade pessoal. Religiosidade é a negação da espiritualidade, a religiosidade envolve a mente na fé sega em deuses que nunca existiram, tanto é, que hà dois milênios é pregado o evangelho e a humanidade só piorou, foi em vão o sacrifício na cruz.

O PENSADOR disse...

É exatamente neste ponto que discordamos veementemente, pois eu creio que a cada dia as escrituras são mais atuais, pois nelas encontramos inúmeras profecias referindo-se a um tempo futuro àquele que ela foi escrita, como um alerta incisivo para toda a humanidade!
Quanto a religiosidade, ela existe em nosso tempo, mas a Bíblia não serve para alimentá-la. Os corações eenganosos, mesuqinhos e egoístas e que fazem uso daquilo que é sagrado para tecer sua propria linha de raciocínio que os levará a morte...

Sua última análise me faz refletir sobre toda irrelevânica dos seus escritos acima. Você usou versículos bíblicos para apoiar uma idéia, ser a sua proposição, sem que você as aceite como eternas.. Sua argumentação acima é toda desconsiderada em virtude da sua afirmação em descrer naquilo que a Bíblia afirma...

Quem disse que o evangelho foi pregado para que o mundo melhorasse? Foi simplesmente para abrir uma oportunidade de salvação! Não tem nada a ver com melhora... pelo menos, nada a ver com a fase que nos encontramos agora, chamada de período das Igrejas...

Obrigado pelas contribuições, mas sem crer na Bíblia não há ponto de concordância entre nós...

IVO BITENCOURT disse...

Caro pensador.
Eu também sou pensador, e estive pensando no teu caso, como crente na bíblia em pleno século 21.
Faz um exame de consciência, pede para o Espírito Santo iluminar a tua mente sobre as seguintes questões: Da para acreditar que Deus fez o mundo em seis dias?. Da para acreditar que Deus fez o homem do barro e de sua costela ele fez a mulher? Da para acreditar que Deus tentou Abrão para matar o seu filho Isaque? Da para acreditar na estória da maçã? Da para acreditar na arca de Noé ? E os dinossauros? Da para acreditar nas taboas da lei escritas lá no alto do monte Sinai ? com a proibição do povo chegar perto. Da para acreditar no misterioso nascimento, morte, ressurreição e ascensão ao céu do filho do homem? Para que? “ Tu o dizes: simplesmente para abrir uma oportunidade de salvação!. Então a humanidade está condenada? Estará condenada se continuar com essas crendices que só confundem a mente humana.
Foi em vão o sacrifício na cruz, dois mil anos de pregação do evangelho e a humanidade está só piorando, porque o deus das religiões não existe.
Já que as religiões não cumpriram a sua missão de humanizar a humanidade, por incrível que pareça a ciência, que já melhorou a qualidade de vida humana , está descobrindo o Deus verdadeiro, em espírito e verdade, aquele que Jesus se referiu à samaritana no poço de Jacó. Leia, medite sem preconceito, com sinceridade no coração e você sentirá o enlevo da iluminação. Porque o mestre já dizia: a verdade vos libertará. Inclusive da crendice que a bíblia contenha verdades eternas, nem as estrelas são eternas.
Saudações cristãs
Ivo Bitencourt

O PENSADOR disse...

Caríssimo e estimado Ivo,

Talvez o que lhe esteja faltando para entender a Bíblia seria lê-la do início ao fim, ..., todas as suas indagações quanto ao fato do mundo ter que melhorar com o tempo são falsas, basta ler as escrituras e você verá que antes que venha o período mais próspero e feliz da humanidade, haverá o período mais negro de toda a humanidade e segundo o momento histórico vivido, caminhamos para ele.
O modo como as pessoas pensam, se relacionam e expressão posicionamentos anti-cristãos também está descritos como as coisas que aconteceriam nos últimos dias, ..., é óbvio que tudo que Deus registrou é fiel e verídico fato este que é comprovado pela sociedade que se diz cristã nos dias atuais mas nem de longe lembra os primeiros cristãos... Tudo isso previamente anunciado nas escrituras, basta lê-la...

Ou seja, é óbvio que creio na Bíblia em toda a sua plenitude...

Sortear versículos e retirá-los do contexto para o qual foram descritos é que é heresia a ponto de fazer com que incrédulos não venham a conhecer a verdade.

IVO BITENCOURT disse...

Caro Pensador.
Por ler a bíblia, de início ao fim, mais de uma vez, e continuo lendo, é que não consigo crer nas suas incoerências. Acho que é uma ofensa a Deus, atribuir-lhe as palavras das escrituras. È subestimar a inteligência de Deus. E continuar insistindo que é a palavra de Deus, na nossa época é subestimar a inteligência dos homens também.
“Buscai a verdade e a verdade vos libertará.” Ler e examinar as escrituras, é buscar a verdade, e constatar que a verdade não está nas escrituras é a libertação.
Com muita estima e respeito ao Pensador amigo. Saudações Cristãs. Ivo Bitencourt

O PENSADOR disse...

Por lê-la do início ao fim mais de uma vez e continuar a lendo fico fascinado pela perfeição e precisão que encontro nestas páginas. Sem dúvida este livro escrito por mais de 1600 anos por mais de 40 autores diferentes, só pode concluir uma história perfeita se esta foi escrita por Deus e é exatamente a esta conclusão que chego a cada paginar das escrituras...

Muito embora, sua leitura lhe leve na contramão da minha, sua impressão não anula a minha e muito menos o que é verdadeiro segundo o proceder de Deus. Minhas conjecturas e as suas são palavras jogadas ao vento se não estiverem em sintonia com a palavra de Deus, meu caríssimo e estimado Ivo...

Creio que a verdade não deixa de ser verdade pelo simples fato de se discordar dela...

IVO BITENCOURT disse...

Caro Pensador.
Você que ainda acredita em satanas, sendo jovem, poderá ver as próximas gerações descrerem nas escrituras. confio na internete.
Saudações Cristãs, Ivo Bitencourt

O PENSADOR disse...

se acontecer tal coisa, só confirmará o que as escrituras afirmam sobre os últimos dias... só isso...

Eduardo Santos disse...

Caro pensador; Judas frustado com o seu pecado, achou melhor pendurar-se pelo pescoso a umilhar-se e pedir perdao por seu pecado. Para permanecer levando uma vida sem compromiso com o evangelio verdadeiro de nosso Senhor Jesus Cristo, expressado atravez da santa escritura, algumas pessoas,nao se deixao crer e tentao levar outros a nao acreditar na propriamente dita.Ja sabemos o que esta preparados para elas e nem o filho da perdisao quer tambem acreditar nisso. NAO jogue perolas aos de coracao duro e mente cauterizada (...). Um abraco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...