segunda-feira, agosto 3

A cada dia mais corruptos, a cada dia menos cristãos!

Podem chamar-me de louco, por amar a palavra de Deus e por sofrer por vê-la sendo negligenciada, assim ainda sou, assim quero continuar a ser.
Podem chamar-me de inflexível e metódico, quanto ao zelo pela palavra de Deus, pois
assim ainda sou e assim quero continuar a ser.
Podem tecer as palavras mais agudas e as flechadas mais penetrantes! Chame-me de insano e digam aos quatro ventos que não existe lugar para mim na nova sociedade cristã que está sendo formada dia após dia.
Uma sociedade sem zelo pela palavra de Deus, sem vontade de conhecê-lo, o qual anseia unicamente crescer na graça, desprezando o crescimento no entendimento da palavra. E por não buscarem conhecê-lo mais e mais, tornam-se corruptos por seguirem os caminhos enganosos do próprio coração.
Digam! Digam as extremidades da terra: “Você não é um de nós!”, pois se ser um com esta geração é ignorar o evangelho da Cruz, não, realmente, não sou, porque meu coração pulsa pelo verdadeiro evangelho, pelas palavras cheias de sabedoria, inundadas em amor, banhadas em justiça e retidão, aromatizadas no temor e no tremor de Deus, pela busca insaciável e incansável de ser nova criatura e não uma substância amorfa sem definição, que não é tão fria quanto a natureza decaída de Adão, mas que não consegue alcançar a plenitude do Novo homem forjado em altas temperaturas, antes, assemelha-se a uma matéria amorfa, morna e sem valor. Incapaz de se libertar da velha natureza, mescla o que considera ser o melhor dos dois mundos! Sem entendimento e razão, perde-se eternamente cheia de auto-compaixão.
Não! Definitivamente, não! Não quero participar da nova sociedade cristã que está sendo formada, fujo dela e consinto com Paulo e reforço as palavras dele a ti também, que as lê agora,
“não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, ... antes participa comigo dos sofrimentos do evangelho segundo o poder de Deus que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme a sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus”.
Quanto a nova geração! Não se assemelhe a ela! Tenha Zelo e Amor pela palavra de Deus, pois Eles desprezam o conhecimento! (Os 4.6) Não o buscam (Sf 1.6), não anseiam pela sua presença (Os 6.3)! Seus olhos são voltados para si (Rm 16.18) e destes a única voz que escutam é o querer mais e mais (Pv30.15).
Persevere em Buscá-lo! Não desista!
"Salvai-vos desta geração perversa" (At 2.40b). Não creio que seja uma luta fácil! Fugir de tudo o quanto nossa geração prega como sendo palavra de Deus e não é, requer muito esforço! É uma das coisas mais árduas, mas também é uma das mais gratificantes porque, “desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele.” (Mt 11.12)
Esforça-te em buscá-lo fugindo dos modismos de nossa geração!
Creative Commons License
Este texto está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Postado por Ricardo Inacio Dondoni

2 comentários:

Tharsis Kedsonni disse...

Esse é o meu amigo pensador.

Tudo na paz, meu filho? Primeiro, minhas desculpas (ainda que esfarrapadas) por não ter aparecido aqui ultimamente... vida de quem tá na área jornalística é assim mesmo...

Eu resumo tudo isso que você escreveu no versículo 8 de II Jo: "Olhai por vós mesmos".

Além disso, oremos pela restauração espiritual dessa geração corrupta.

Em Cristo, irmão!

TK

O PENSADOR disse...

Paz, Tarkis! rs, ..., rs.
..., deixe de cerimônia, ..., e esquece as desculpas esfarrapadas, ..., se você disser as suas digo as minhas, ..., rs, ..., mas fica tranquilo qualquer blogueiro sabe que tem meses que o tempo nos sobra e tem meses que ficamos com "saia justa" com o tempo! É fato!

Quanto ao versículo, ..., concordo, rs, ele simplifica tudo o que disse, ..., bem, rs, você descobriu um dos meus pecados, ..., acabo por complicar as coisas, rs, ..., e o pior é que gosto de expandir o texto!

Concordo com você meu amigo, oremos pela restauração espiritual dessa geração da qual também faço parte (quem ler entenda!)

Obrigado pela visita Tarkis,

P.S.: Apesar de pouco comentar as postagens, as vezes pela premissa de tempo, as vezes por não haver nada a complementar, tenha certeza estou as lendo a medida que você as publica! Shalom...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...