segunda-feira, julho 7

Cabeça, Não! Nem, Talvez, Cauda!


Sinceramente, estou cansado desse sensacionalismo em cima das escrituras, onde pincelamos o que nos é mais agradável aos olhos e ouvidos.
De certo modo, para os cristãos de nossa época, a Bíblia tornou-se uma porção de versículos sortidos. Dela, só retiramos aqueles versículos que nos convém, mesmo que estejam completamente fora do contexto em que, originalmente, foram ditos.
Questionamos o que nos agrada? De maneira nenhuma! Questionamos, somente, quando aquilo que a palavra disse que vai contra o estilo de vida que desejamos viver. É interessante notar que a maioria das vezes que a escritura não vier a nos confrontar, dar-se-á porque a verdade que há nela foi distorcida!
Dessa forma, utilizamos as escrituras para apoiar temas e idéias preconcebidas que agradam ao enganoso e demasiadamente corrupto coração.
Quando as escrituras dizem que mesmo que nós venhamos a ser infiéis, Deus permanece fiel por não poder negar a si mesmo, deveríamos perceber o duplo sentido do próprio texto. Enxergamos, aquilo que costumamos chamar de graça de Deus, que é sua misericórdia para com aquele que pecou, mas esquecemos que o mesmo e único Deus é, e continua sendo, fiel a Sua palavra, cumprindo tudo quanto disse para aqueles que fossem fiéis e obedientes, e ainda, cumprindo tudo o quanto afirmou em suas palavras para com aqueles que se desviassem da fé, mas este ponto de vista parece-lhes, demasiadamente, ligado com os tempos da Lei, por isso ignoram este pensamento.
Entretanto, outros pontos que deveriam ter sido abandonados, pois era promessa direta aos judeus e não a igreja não o foram. Como é o caso da passagem em deuteronômio em que Deus diz que colocaria o povo de Israel por cabeça e não por cauda, se fosse obediente a lei mosaica.
Dizemos não viver debaixo da lei, pois não queremos ser julgados por ela, porque por ela ninguém será salvo, mas porque quando vêem as promessas mosaicas as adotamos como se fossem para a Igreja de Deus?
A resposta é simples, somos ambiciosos demais! Queremos mais do que a salvação eterna,..., um Deus amoroso, uma vida segura e saudável. Queremos prestígio, fama, sucesso aos olhos de todos e com o selo de aprovação maior do que o de qualquer ISO200x, o selo de aprovação divino.
Senão, porque razão desejar ser cabeça e não cauda? Tudo o que havia sido dito aos antigos era “... sombra das coisas que haviam de vir...” porque por intermédio deles (o povo de Israel) viria àquele que seria O Cabeça, Cristo, Jesus, Nosso Senhor e Salvador (da descendêcia de Israel).
Se, hoje, desejamos ser cabeça, estamos agindo como usurpadores de Deus. Satanás tentou a mesma coisa e foi, é e será, eternamente, infeliz por essa escolha mal feita! Ser cabeça é a maior ambição da humanidade caída! É buscar ser seu próprio Senhor! Infelizmente, as escrituras afirmam que só existem dois senhores e nenhum deles é o homem.
Cabeça não! Nem, talvez, cauda seja o melhor lugar para nós, pois as escrituras afirmam que somos corpo de Cristo. Somos dEle e estamos nEle, em seu coração, assim como Ele está em nós, cuidando do seu corpo até a consumação dos séculos. Pelo menos, enquanto o corpo anseie por ser corpo, pois no corpo só há lugar para uma cabeça!
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

5 comentários:

Anônimo disse...

Fui muito abençoada com esta leitura. Realmente, não há como obter as bênçãos de Deus sem obedecermos seus mandamentos. Suas bênçãos sempre foram, são e serão condicionadas à obediência, pois Sua Palavra não muda.

O PENSADOR disse...

Obrigado por suas colocações. Sempre é bom termos retorno positivo daquilo que escrevemos.
Somente faço uma ressalva que, talvez, não tenha ficado clara no texto. Também existem promessas incondicionais, como por exemplo Gn 9.11.

No mais, obrigado pela visita e tenha um bom dia...

Agnaldo Gomes disse...

Prezado irmão,
é a primeira vez que visito seu blog.
Este artigo está 10!
Estão usando a Bíblia para tudo. Através de interpretações errads e manipulações para atingir objetivos pessoais.
Usa-se símbolos do Velho Testamento como se fosse amuletos espirituais e a verddaeira mensagem da Palavra do Senhor vai sendo substituida por crendices, supertisções e sensacionalismos.
Parabéns.

O PENSADOR disse...

Vlw agnaldo. Obrigado pela visita! Espero sinceramente lhe ver mais por aqui e não tenha dúvida que estarei passeando pelos seus blogs, graças a você ter se identificado...

São nestes encontros e desencontros pela NET que crescemos um pouco mais...

Vlw pelos comentários...

marcos mundino disse...

que bom, que navegando pela internet ainda se encontra boas leituras como a sua,precisamos de mais pessoas como o irmão que não se calam para falar o que é certo e correto na interpretação da palavra de Deus, que Deus continue a abençoa-lo grandemente. e não se esqueça continuaremos falando. obrigado, Marcos Mundino

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...