quarta-feira, outubro 6

A Mensagem de Enoque


Recentemente, tive a oportunidade de ler outro livro do Autor Norbert Lieth quando estudava acerca do livro de Judas. O texto que se segue é baseado neste estudo. 

"Quanto a estes foi que também profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que veio o Senhor entre suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram e acerca de todas as palavras insolentes que ímpios pecadores proferiram contra ele." (Jd 1.14-15) 

Todos conhecemos a história de Enoque! O homem que andou com Deus e depois de um tempo, não mais foi achado, porque Deus o tomou para si. 
Algumas coisas são de grande interesse quando estudamos a vida de Enoque. A primeira delas, o significado do seu nome partindo do original hebraico que quer dizer "Consagração" ou, ainda, "inauguração".
Não é necessário muito aprofundamento para entendermos que os dois significados fazem jus a personalidade de Enoque, uma vez que toda a questão envolvida no verbo andar (Gn 5.22) expressa uma realidade muito mais profunda do que uma mera caminhada. A palavra aprofunda-se no sentido daqueles que olham na mesma direção, possuem uma mesma meta, propósito, sentido, partilham a mesma estrada e enxergam o mesmo horizonte. Desta forma, o verbo está intimamente ligado ao significado de aliança firmada e em plena execução. Isso tudo nos remete ao fato de que sua consagração não se refere, simplesmente, a um momento pontual na história, a fim de colocar em evidência a consagração como o ponto alto de uma escolha. Antes disso, liga-se mais a um conjunto de escolhas diárias, as quais são tomadas levando em consideração o caminho proposto, a fim de que nenhum de seus passos atrasem o percurso que se propôs a seguir, sendo a soma de suas ações a representação de seu próprio ser, o homem reto e íntegro perante o Senhor.
Já o significado relacionado a "inauguração", está ligado ao arrebatamento. A análise que se segue é baseada no entendimento pré-tribulacionista.
É interessante notarmos em Gn 5.21 que Enoque viveu 65 anos, vindo pós esta menção o fato dele andar com Deus, dando a ideia que a conversão de Enoque ocorreu neste tempo. Se isto for verdade, o nome de seu filho tem significado importante para nós, uma vez que Enoque lhe pós o nome de Metusalém que, partindo do original hebraico, significa "depois de morto, enviará". A questão toda nos remete a pergunta: "enviará o quê?"

Pare, pegue sua Bíblia e faça os cálculos! Metusalém viveu 969 anos! Faça a contagem regressiva dos anos e você chegará, exatamente, ao grande dilúvio com Noé. É, simplesmente, fascinante!

Sendo assim, é de grande interesse levantarmos algumas semelhanças entre a Igreja de Cristo e o sétimo filho de Adão.
  •  A vida de Enoque foi marcada pelo caminhar com o Deus e todos nós, como Corpo de Cristo, somos convocados a seguir o Senhor, não importando as dificuldades impostas.
  • Enquanto Enoque pregava acerca do Juízo vindouro buscando o arrependimento de sua geração, a Igreja prega o arrependimento anunciando o juízo vindouro;
  • Enoque desconhecia o dia em que o julgamento viria a ocorrer, pois não era possível determinar a data e hora em que seu filho morreria. Assim também, a Igreja não sabe precisar a data e a hora em que iniciará o juízo vindouro.
  • Enoque foi tomado para estar com Deus e não viu o juízo divino sendo derramado sobre a terra, o que corrobora com o texto de Isaías 57.1. Sendo Deus, o mesmo ontem, hoje e sempre, a leitura torna-se auto explicativa, quando relacionamos aos dias da Igreja.
Quando me deparo com homens que buscam compreender os meandros dos versículos bíblicos em pontos onde a maioria de nós não buscaria informação alguma, quase consigo ouvir Paulo alertando-nos "Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra" e assim, a cada dia, fico mais convicto de que nenhuma porção das escrituras pode ser negligenciada. 

Fica a reflexão: É importante estudarmos com cuidado as escrituras! Enoque exemplificou, com sua vida, a luta de um homem, que não se conformou com o padrão da sociedade em seu próprio século, tomando firme posição ao lado de Deus, anunciando a palavra como deveria ser anunciado. Sendo zeloso, reto e íntegro. 

Há uma terrível semelhança entre aqueles dias e estes! Estamos a beira da corrupção completa do homem, quanto aos padrões de moralidade divina. Dia após dia a sociedade decai. O silêncio dos justos somente intensifica sua degradação. Neste momento, seria aprazível que o Corpo de Cristo, a semelhança de Enoque, respondesse a voz do Espírito, a fim de manter acessa a chama em nossos corações...

Infelizmente, não entendemos, completamente, a importância de não compactuarmos com o século presente. Somente o Espírito compreende, integralmente, o quão importante é manter sua própria chama acessa em nossos corações. 

Para o nosso próprio bem, que
o Senhor nos desperte
para isso também.


Creative Commons License
Este texto está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
Postado por Ricardo Inacio Dondoni

7 comentários:

Agnaldo disse...

Olá Ricardo,

Estou com um novo blog!

Encerrei o antigo Desperta Igreja! e agora estou com uma nova página.

Quando puder, dá uma passadinha lá!

Em Cristo,
AGNALDO com novo blog...Meu Púlpito

Robson Batista disse...

Muito bom o texto, divinamente inspirado... Deus abençoe.

Francikley Vito disse...

A Paz, meu irmão.
Parabéns pelo belo texto; que o Senhor continue te abençoando. Um abraço.
www.vosbi.blogspot.com

IVO BITENCOURT disse...

O verdadeiro adorador será aquele que adorar o Deus verdadeiro em espírito e verdade, e não será nos templos nem nos montes.
Quando orares ao Pai, faça entre as quatro paredes do teu quarto, que o Pai que vê em oculto te atenderá.
O Reino de Deus está dentro de vós.
A verdade vos libertará das escrituras, a letra mata, o espírito vivifica.
As religiões até hoje não entenderam o espírito da verdade.

O PENSADOR disse...

Caríssimo e estimado Ivo,

Realmente, é extremamente importante buscarmos adorar a Deus em Espírito e em Verdade, no entanto, são as Escrituras sagradas que nos revelam exatamente este ponto no qual você apóia a sua proposição. Sem as escrituras não lhe seria possível apoiar-se neste texto. Isto por si só demonstra a importância das escrituras sagradas. Sem elas continuamos a andar de um lado para o outro completamente perdidos em nossos próprios sofismas...
E pelo que entendo, não foi esse o sentido usado pelo apóstolo Paulo ao escrever que a letra mata...

Penso que o tema é interessante, quem sabe não seja tema de uma futura postagem?

Um abraço...
Shalom...

IVO BITENCOURT disse...

Caro Pensador!
Faço uso de passagens das escrituras, para mostrar que elas foram escritas para explicar o mundo numa época que não havia entendimento da realidade.
Mas Jesus sabia que as explicações daquela época eram provisórias, por isso ele dizia : a verdade vos libertará, a letra mata mas o espírito vivifica.

O PENSADOR disse...

Ivo, conforme já disse acima, creio que seja mais edificante trabalhar a questão levantada numa postagem específica. Sendo assim, com relação ao texto levantado "a letra mata" será alvo de uma futura postagem...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...