segunda-feira, novembro 9

Citação, C. H. Spurgeon


A Igreja de Cristo é continuamente apresentada na figura de um exército. Entretanto, o seu Capitão é o Príncipe da Paz, o seu objetivo é estabelecer a paz, e os seus soldados são homens de disposição pacífica. O espírito de guerra é o oposto extremo ao espírito do evangelho.
Apesar disso, todavia, até a segunda vinda do Senhor, a Igreja nesta terra tem sido a igreja militante, a igreja armada, a igreja que guerreia, a igreja que conquista. E por quê?
De acordo com a própria natureza das coisas, é necessário que a igreja seja assim. A verdade não poderia ser verdade neste mundo, se não estivesse em luta; e logo suspeitaríamos da verdade, se o erro tivesse amizade com ela. A pureza imaculada da verdade sempre deve estar em guerra contra as trevas da heresia e da mentira.


C. H. Spurgeon.The Metropolitan Tabernacle Pulpit,
London, v.5, p.41, 1879.

2 comentários:

Paulo Adriano Rocha disse...

Rapaz, é uma controvérsia e tanto, né? Acabasse de dar um nó na minha cabeça. Rs.

Mas é a pura verdade. O problema é que muitos estão deixando de guerrear contra o mundo e querendo guerrear contra os próprios irmãos. Precisamos nos unir mais, se quisermos vencer realmente essa guerra levando o máximo de despojo (almas) para apresentar ao Senhor dos Exércitos.

Abraços, Rodin!

Pastoragente disse...

Graça e paz!
“Andando” por aí cheguei até o seu Blog e quero te parabenizar pela bênção que pude ver aqui.
Já estou te seguindo e será uma honra te receber no pastoragente.blogspot.com.
Se quiser segui-lo vai ser uma alegria pra mim.
No blog conto da forma mais realista e divertida possível as realidades, dúvidas e experiências de uma simples pastora como eu.
Fique na paz. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...