segunda-feira, fevereiro 5

ENTRETERNIMENTO OU LOUVOR A DEUS?

Definitivamente, retrospectiva não é coisa para se fazer somente no final do ano ou nas datas natalícias. Você e eu poderemos estar precisando fazer uma retrospectiva ainda hoje!

Há pouco tempo atrás, coisa de pelo menos 6 (seis) anos, não tínhamos como foco principal de nossas pregações agradar o homem, muito menos, o homem carnal.

O discurso cristão, se é que ainda posso o chamar assim, mudou em 180 graus.

Alguns pastores diziam no início do seu ministério cristão: “Você quer imitar a Cristo? Olhe para mim!”, mas com o passar do tempo, algo vem acontecendo a esses homens de Deus, pois seus discursos mudaram completamente afirmando o oposto da sua convicção inicial: “Não olhe para mim! Sou um homem falho e mais pecador do que todos vocês juntos. Por favor, olhem para Cristo, não para mim”.

Aqui, irei me abster de tomar uma posição bem definida sobre a questão. Até porque, os dois lados desta moeda estão em igualdade de condições, veja?

Quem vê a mudança radical da afirmação do pastor com bons olhos, certamente se apóia na atuação e revelação espiritual que o Espírito Santo produz na vida homem lembrando-o de seu estado decaído.

Já quem enxerga a maldade a 1.000 km de distância, vê nesta atitude humana, o peso do pecado não confessado nos ombros do ministro de Deus, como se estivesse preparando a congregação para uma possível decepção ministerial. Semelhante a um barril de pólvora prestes a explodir.

Alguma coisa está acontecendo bem debaixo de nossos olhos, mas não vemos! Algo está mudando ao longo do tempo, mas o quê necessariamente? O fato é que todas as áreas ministeriais da igreja estão sendo prejudicadas, inclusive o louvor. Parece que a igreja está sofrendo uma metamorfose para se transformar em algo ou alguma coisa completamente diferente da igreja fundada no primeiro século. Uma verdadeira "metamorfose ambulante", para alguns, assim como eu, está ocorrendo uma mudança para mau, para outros a mudança é vista com bons olhos. Ao meu ver, a cada dia que passa a Igreja de Cristo tem menos a ver com Ele e mais a ver conosco. Não me assusta o fato de Cristo ter nos lançado uma pergunta: "Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?" Lc 18.8

O que cantávamos a seis anos é o mesmo que cantamos hoje em dia? Melhor ainda, as letras e músicas que cantamos hoje são tão divinamente inspiradas quanto às de seis anos? Perdoem-me, mas eu acho que não!

Não creio que podemos chamar de músicas divinamente inspiradas as letras repetitivas, monótonas, distorcidas e sem profundidade bíblica que vem sendo apresentadas como louvores da casa do Senhor.

Fora a ausência de profundidade bíblica não se canta a mensagem de Cristo, a salvação, o arrependimento, a nova vida e a bendita esperança da igreja que é o arrebatamento.

Gostaria de te desafiar não somente a contestar as letras atuais, mas a procurar as, realmente, divinamente inspiradas.

Diga-me, qual palavra transcendente, julgadora e transformadora há no gospel hoje?

Não se conforme com este mundo, nem com este evangelho desvirtuado da graça de Deus. Antes, fazei admoestações quando vede que o fim se aproxima...

4 comentários:

Allen Porto disse...

Excelente post!

Vc já deve ter percebido que esse tema mexe muito comigo...

repensar o conteúdo de nossas canções é algo extremamente urgente em nosso contexto...

Seja Deus glorificado por meio de pensadores como você!

abraço
:) SDG

Allen Porto disse...

O título do blog?
Eu até tentei, mas fiquei confuso com essa mudança do blogger e ainda n sei fazer essas alterações...

Lembrança Baptista disse...

Sinceramente sou obrigado a concordar com tudo o que descreve.
Hoje em dia a casa de Deus somente se encontra ao olhos de conquistar novos crentes e "entretelos" na igreja com umas musicas e letras muito comerciais. Eu diria que quase parece um negócio televisivo à procura de 'share'.... Realmente estas mudanças k fui assistindo desde os meus 8 anos, quando começaram,m fizeram com que eu aos 14anos de idade me afastasse da igreja. Pois o caracter classico, o respeito, o amor pelo Deus divino tinha terminado. O respeito caiu, o classissimo e o bem estar agora é repleto de moderniçes sem regra k tornam a igreja objecto de qualquer coisa k queriam lá fazer. E o amor pelo Pai dos pais, eu peço desculpa se ofendo alguem, mas nao me parece nada que ele exista... existe sim o eu vou para nao perecer mal e até me divirto a cantar umas musiquinhas ou Ah! eu vou à igreja porque os jovens cantam muito bem e tocam instrumentos... IRMÂOS, ONDE ESTÁ O AMOR PELO DEUS DE TODAS AS COISAS? O RESPEITO POR ELE? O IR À IGREJA PARA ESTAR PERTO DE DEUS E SER CONFORTADO PELO ESPIRITO SANTO????

Tudo parece morrer, e a minha vontade de ir à igreja morreu quando eu tinha 14anos hoje tenho 20 e de vez em quando vou lá para ver se encontro aquilo que me ensinaram, o meio em que nasci, mas nao tenho tido sorte...

UM Abraço!

O PENSADOR disse...

Obrigado pela visita. Concordo em tudo quanto disse! A Igreja anda "capenga", com passos tortos que assustam àqueles que, verdadeiramente, estao a buscar a verdade pela qual ela foi edificada.

Mas penso que deste o início da Igreja ela sempre foi o que é. Basta olhar para atos e veremos a primeira divisão, Paulo aos gentios, Pedro aos judeus! Em ambas congregações disputas de poder, pessoas sem o verdadeiro entendimento de Deus disputando cargos e encargos. Mais preocupados com posições e bens próprios do que adorar àquele que deve ser adorado.
Mas quando olho para tudo isso, vejo, Paulo aos gentios e Pedro aos Judeus, nenhum cessou de fazer aquilo a que foi chamado. Vou mais longe, ..., eles permaneceram entre eles o máximo que puderam, a fim de edificá-los naquilo que eles mesmos não alcançavam.
Penso que qualquer pessoa que olhe para a igreja e encontre suas mazelas, fará mais bem a igreja e a todos os santos de permanecer nela. O que aconteceria a Igreja se todos que tivessem o entendimento correto do que é adorar a Deus, saíssem das igrejas pelo fato delas não estarem trabalhando como deveriam? As igrejas estariam, um pouco pior do que elas se encontram hoje!
Tudo o que disse é verdade! Mas o que faremos com as verdades ditas, é outra história!
Um abraço, fique com Deus e que se você ainda não voltou para o seio de alguma igreja, anseio que o faça com brevidade, pois a igreja anda necessitada de seus filhos.
No amor de Cristo, peço-te perdão por qualquer excesso.
Um abraço e obrigado pela visita...
Graça e Paz...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...